Criando um currículo no Canva: 4 coisas para considerar antes de usar essa ferramenta

Se você já acompanha o blog e o canal há um tempo, você já sabe que a aparência de um currículo não importa na sua eficácia para passar nos processos seletivos, e sim o conteúdo desse documento.

Mas, depois de explorar esse tema e aprender a escrever e a criar um currículo atrativo, você pode sim partir para o lado criativo e ter um modelo com um apelo visual mais interessante! E uma das formas de fazer isso é usar os modelos prontos de currículo no Canva!

Para quem ainda não conhece, o Canva é uma plataforma de design gráfico, com recursos gratuitos e pagos, que permite criar várias coisas legais: desde posts no instagram, até cartazes, colagens de fotos, apresentações em PDF e, claro, modelos de currículo criativos!

Eu testei essa ferramenta e cheguei a fazer um vídeo compartilhando as dificuldades que eu tive, e também a minha luta para fazer o conteúdo do meu currículo caber nos modelos que são oferecidos na plataforma. Se quiser me ver sofrer, é só dar o PLAY aqui embaixo:

E é claro: coletei todos os aprendizados que tive e as considerações que devem ser feitas caso você esteja pensando em fazer um currículo no Canva para enviar para vagas e recrutadores.

Quer saber se criar um currículo no Canva vale a pena? Então continua lendo este artigo!

#1 Verifique se o modelo de currículo do Canva tem espaço o suficiente para você adicionar suas informações

Quem dita o tamanho do seu currículo e a quantidade do conteúdo que ele vai ter não é o modelo ou o formato dele, e sim a VAGA e as experiências que você precisa destacar mais para se relacionar com ela.

Então, mesmo você tendo que fazer adaptações, o modelo de currículo que você escolher no Canva precisa estar dentro dos requisitos mínimos de espaço que você precisa para escrever.

Se você tem mais de duas ou três experiências de trabalho para adicionar, por exemplo, busque por modelo que tenha um bom espaço em branco para você incluir tudo isso, ou até mesmo encontre um template que já tenha vários exemplos pré-preenchidos.

#2: Seu currículo no Canva pode não passar na triagem do RH

Uma das minhas maiores preocupações com currículos criados no Canva é se esse tipo de arquivo é compatível ou fácil de ler pelos sistemas automáticos de recrutamento.

Caso você não saiba, muitas companhias e sites de vagas utilizam um sistema próprio para selecionar perfis para vagas – conhecido como ATS (Application Tracking System, na sigla em inglês). 

Isso significa que quando você faz sua candidatura, seu documento não será lido primeiro por um ser humano, mas sim por um “robô”, que fará a varredura no seu currículo em busca de palavras-chave específicas que o recrutador digitou.

E somente depois dessa primeira triagem é que o recrutador lê os currículos pré-selecionados pelo sistema.

Então, além de você garantir que seu currículo tenha as principais palavras-chave para a vaga e área que você se candidatou, é preciso ter certeza de que o conteúdo do arquivo gerado pelo Canva será facilmente reconhecido e lido pelos ATS.

Infelizmente, ainda não encontrei um serviço em português que simulasse esse sistema do RH pra verificar se o modelo de currículo que eu criei no Canva seria facilmente reconhecido.

Mas, eu enviei a versão do meu currículo quase idêntica à que eu criei ali no vídeo para um serviço online que revisa currículos – e uma das etapas de revisão envolve o teste com esses ATS. E o resultado foi esse aqui:

Porém, como isso não foi um teste direto com um programa e não foi feito em português, eu ainda recomendo que você tome cuidado com os modelos de currículo no Canva, afinal existem sistemas que são diferentes e podem variar de empresa para empresa. Se isso foi testado e deu certo para você, então sem problemas! 🙂

#3: Quando é mais adequado enviar um currículo criativo?

Dito isso sobre os sistemas automatizados de leitura de currículo, em vez de a gente se perguntar se a gente deveria utilizar o currículo do Canva para se candidatar a vagas, a pergunta certa deveria ser quando é adequado enviar esse currículo criativo.

E a opção mais segura seria quando você sabe que ele vai ser aberto e lido por alguma pessoa ou recrutador em uma empresa. Ou seja, que um ser humano irá de fato abrir este arquivo. 

Então, por exemplo, quando você envia seu currículo por email, você pode enviar um arquivo mais bonito e criativo feito no Canva, porque o documento vai ficar anexado direto ali pra pessoa ver.

Essa, aliás, é uma das estratégias que eu mais recomendo para quem está procurando emprego. 

Já tem post bem completo e um vídeo lá no canal, inclusive, pra você pegar dicas sobre isso e tem até um modelo de mensagem pronta para você enviar para recrutadores e empresas. Confira o link abaixo:

Logo, quando você já teve contato prévio com alguém e essa pessoa te pediu para você enviar seu currículo diretamente para ela, você tem a chance de se diferenciar na concorrência enviando o currículo do Canva.

#4: Leve em consideração a frequência de atualização de seu currículo 

Se você tem que alterar seu currículo toda hora para adaptá-lo melhor a cada tipo de vaga ou cargo para o qual se candidata, talvez o modelo de currículo do Canva não seja a melhor escolha.

Como a formatação dos modelos oferecidos na plataforma é bem limitada, pode ser que você perca muito tempo tentando fazer o conteúdo caber ali sem prejudicar o visual do currículo.

Para estes casos, é melhor sempre contar com um modelo mais simples e fácil de editar, para que você possa sempre atualizá-lo rapidamente e enviar para as vagas sem ter muita dor de cabeça.

Em um vídeo lá no canal eu já te mostrei como você pode criar um currículo online grátis, que fica sempre disponível na nuvem para você editar de onde você quiser.

Considerações finais: devo criar um currículo no Canva ou só ter um modelo simples?

A boa notícia é que um modelo não anula o outro aqui. Cada um pode ter seu espaço e ser eficiente dependendo de que tipo de processo você segue para buscar emprego.

Logo, é interessante sim você ter seu modelo de currículo criativo para enviar diretamente para contatos de empresas e recrutadores. Por que não, né? 🙂

Mas também: mantenha o modelo de currículo simples online para que você possa reagir rapidamente aos anúncios de vaga e personalizá-lo com mais rapidez e facilidade. E nesse caso, com uma chance maior de que esse formato será reconhecido pelos sistemas de inteligência artificial.

E aí, você já criou ou vai criar seu currículo no Canva? 

Me conta nos comentários o que você achou dessa ferramenta, ou até mesmo se você já testou e passou de fase num processo seletivo utilizando esse modelo mais criativo!

E se eu fosse você, eu corria para ver dois artigos que são SUPER importantes para você se dar bem nos processos seletivos:

Até a próxima, e boa sorte!